A absolvição de Michel Temer na ação penal sobre os decretos dos Portos e o apagão das canetas
Foto: Cesar Itiberê/PR. Da Agência CNI de Notícias

A absolvição de Michel Temer na ação penal sobre os decretos dos Portos e o apagão das canetas

Essa ação penal envolvendo o ex-Presidente Michel Temer é um típico exemplo daquilo que se vem “denunciando” ao longo do tempo sobre posturas imprudentes dos órgãos fiscalizadores que geram o que passou a se chamar de “apagão das canetas”. Ou seja, os gestores públicos têm medo de tomar decisões – especialmente as mais arrojadas, inovadoras, que quebram o ciclo de mesmice e letargia na administração da coisa pública – pois sabem que correm sério risco de serem surpreendidos com a abertura de inquéritos civis ou mesmo uma ação de improbidade administrativa, sem que haja qualquer elemento de atos ímprobos, mas apenas narrativas palatáveis à opinião pública e parte da grande mídia.

0 Comentários

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar